A Bíblia - ON LINE - 1 Timóteo - 1TM

1-1 - Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, segundo o mandado de Deus, nosso Salvador, e do Senhor Jesus Cristo, esperança nossa,

1-2 - a Timóteo, meu verdadeiro filho na fé: graça, misericórdia e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da de Cristo Jesus, nosso Senhor.

1-3 - Como te roguei, quando parti para a Macedônia, que ficasses em Éfeso, para advertires a alguns que não ensinem outra doutrina,

1-4 - nem se dêem a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que edificação de Deus, que consiste na fé; assim o faço agora.

1-5 - Ora, o fim do mandamento é a caridade de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida.

1-6 - Do que desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas,

1-7 - querendo ser doutores da lei e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam.

1-8 - Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usa legitimamente,

1-9 - sabendo isto: que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas,

1-10 - para os fornicadores, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros e para o que for contrário à sã doutrina,

1-11 - conforme o evangelho da glória do Deus bem-aventurado, que me foi confiado.

1-12 - E dou graças ao que me tem confortado, a Cristo Jesus, Senhor nosso, porque me teve por fiel, pondo-me no ministério,

1-13 - a mim, que, dantes, fui blasfemo, e perseguidor, e opressor; mas alcancei misericórdia, porque o fiz ignorantemente, na incredulidade.

1-14 - E a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e o amor que há em Jesus Cristo.

1-15 - Esta é uma palavra fiel e digna de toda aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.

1-16 - Mas, por isso, alcancei misericórdia, para que em mim, que sou o principal, Jesus Cristo mostrasse toda a sua longanimidade, para exemplo dos que haviam de crer nele para a vida eterna.

1-17 - Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus seja honra e glória para todo o sempre. Amém!

1-18 - Este mandamento te dou, meu filho Timóteo, que, segundo as profecias que houve acerca de ti, milites por elas boa milícia,

1-19 - conservando a fé e a boa consciência, rejeitando a qual alguns fizeram naufrágio na fé.

1-20 - E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar.

2-1 - Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens,

2-2 - pelos reis e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade.

2-3 - Porque isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador,

2-4 - que quer que todos os homens se salvem e venham ao conhecimento da verdade.

2-5 - Porque há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem,

2-6 - o qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo.

2-7 - Para o que ( digo a verdade em Cristo, não minto ) fui constituído pregador, e apóstolo, e doutor dos gentios, na fé e na verdade.

2-8 - Quero, pois, que os homens orem em todo o lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contenda.

2-9 - Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos,

2-10 - mas ( como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus ) com boas obras.

2-11 - A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição.

2-12 - Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.

2-13 - Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva.

2-14 - E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão.

2-15 - Salvar-se-á, porém, dando à luz filhos, se permanecer com modéstia na fé, na caridade e na santificação.

3-1 - Esta é uma palavra fiel: Se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja.

3-2 - Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar;

3-3 - não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento;

3-4 - que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia

3-5 - ( porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus? );

3-6 - não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo.

3-7 - Convém, também, que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta e no laço do diabo.

3-8 - Da mesma sorte os diáconos sejam honestos, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganância,

3-9 - guardando o mistério da fé em uma pura consciência.

3-10 - E também estes sejam primeiro provados, depois sirvam, se forem irrepreensíveis.

3-11 - Da mesma sorte as mulheres sejam honestas, não maldizentes, sóbrias e fiéis em tudo.

3-12 - Os diáconos sejam maridos de uma mulher e governem bem seus filhos e suas próprias casas.

3-13 - Porque os que servirem bem como diáconos adquirirão para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.

3-14 - Escrevo-te estas coisas, esperando ir ver-te bem depressa,

3-15 - mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade.

3-16 - E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Aquele que se manifestou em carne foi justificado em espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo e recebido acima, na glória.

4-1 - Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios,

4-2 - pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência,

4-3 - proibindo o casamento e ordenando a abstinência dos manjares que Deus criou para os fiéis e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças;

4-4 - porque toda criatura de Deus é boa, e não há nada que rejeitar, sendo recebido com ações de graças,

4-5 - porque, pela palavra de Deus e pela oração, é santificada.

4-6 - Propondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Jesus Cristo, criado com as palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido.

4-7 - Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas e exercita-te a ti mesmo em piedade.

4-8 - Porque o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir.

4-9 - Esta palavra é fiel e digna de toda a aceitação.

4-10 - Porque para isto trabalhamos e lutamos, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis.

4-11 - Manda estas coisas e ensina-as.

4-12 - Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, na caridade, no espírito, na fé, na pureza.

4-13 - Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá.

4-14 - Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério.

4-15 - Medita estas coisas, ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos.

4-16 - Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina; persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem.

5-1 - Não repreendas asperamente os anciãos, mas admoesta-os como a pais; aos jovens, como a irmãos;

5-2 - às mulheres idosas, como a mães, às moças, como a irmãs, em toda a pureza.

5-3 - Honra as viúvas que verdadeiramente são viúvas.

5-4 - Mas, se alguma viúva tiver filhos ou netos, aprendam primeiro a exercer piedade para com a sua própria família e a recompensar seus pais; porque isto é bom e agradável diante de Deus.

5-5 - Ora, a que é verdadeiramente viúva e desamparada espera em Deus e persevera de noite e de dia em rogos e orações;

5-6 - mas a que vive em deleites, vivendo, está morta.

5-7 - Manda, pois, estas coisas, para que elas sejam irrepreensíveis.

5-8 - Mas, se alguém não tem cuidado dos seus e principalmente dos da sua família, negou a fé e é pior do que o infiel.

5-9 - Nunca seja inscrita viúva com menos de sessenta anos, e só a que tenha sido mulher de um só marido;

5-10 - tendo testemunho de boas obras, se criou os filhos, se exercitou hospitalidade, se lavou os pés aos santos, se socorreu os aflitos, se praticou toda boa obra.

5-11 - Mas não admitas as viúvas mais novas, porque, quando se tornam levianas contra Cristo, querem casar-se;

5-12 - tendo já a sua condenação por haverem aniquilado a primeira fé.

5-13 - E, além disto, aprendem também a andar ociosas de casa em casa; e não só ociosas, mas também paroleiras e curiosas, falando o que não convém.

5-14 - Quero, pois, que as que são moças se casem, gerem filhos, governem a casa e não dêem ocasião ao adversário de maldizer.

5-15 - Porque já algumas se desviaram, indo após Satanás.

5-16 - Se algum crente ou alguma crente tem viúvas, socorra-as, e não se sobrecarregue a igreja, para que se possam sustentar as que deveras são viúvas.

5-17 - Os presbíteros que governam bem sejam estimados por dignos de duplicada honra, principalmente os que trabalham na palavra e na doutrina.

5-18 - Porque diz a Escritura: Não ligarás a boca ao boi que debulha. E: Digno é o obreiro do seu salário.

5-19 - Não aceites acusação contra presbítero, senão com duas ou três testemunhas.

5-20 - Aos que pecarem, repreende-os na presença de todos, para que também os outros tenham temor.

5-21 - Conjuro-te, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, e dos anjos eleitos, que, sem prevenção, guardes estas coisas, nada fazendo por parcialidade.

5-22 - A ninguém imponhas precipitadamente as mãos, nem participes dos pecados alheios; conserva-te a ti mesmo puro.

5-23 - Não bebas mais água só, mas usa de um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes enfermidades.

5-24 - Os pecados de alguns homens são manifestos, precedendo o juízo; e em alguns manifestam-se depois.

5-25 - Assim mesmo também as boas obras são manifestas, e as que são doutra maneira não podem ocultar-se.

6-1 - Todos os servos que estão debaixo do jugo estimem a seus senhores por dignos de toda a honra, para que o nome de Deus e a doutrina não sejam blasfemados.

6-2 - E os que têm senhores crentes não os desprezem, por serem irmãos; antes, os sirvam melhor, porque eles, que participam do benefício, são crentes e amados. Isto ensina e exorta.

6-3 - Se alguém ensina alguma outra doutrina e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com a doutrina que é segundo a piedade,

6-4 - é soberbo e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas,

6-5 - contendas de homens corruptos de entendimento e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho. Aparta-te dos tais.

6-6 - Mas é grande ganho a piedade com contentamento.

6-7 - Porque nada trouxemos para este mundo e manifesto é que nada podemos levar dele.

6-8 - Tendo, porém, sustento e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes.

6-9 - Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.

6-10 - Porque o amor do dinheiro é a raiz de toda espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.

6-11 - Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas e segue a justiça, a piedade, a fé, a caridade, a paciência, a mansidão.

6-12 - Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas.

6-13 - Mando-te diante de Deus, que todas as coisas vivifica, e de Cristo Jesus, que diante de Pôncio Pilatos deu o testemunho de boa confissão,

6-14 - que guardes este mandamento sem mácula e repreensão, até à aparição de nosso Senhor Jesus Cristo;

6-15 - a qual, a seu tempo, mostrará o bem-aventurado e único poderoso Senhor, Rei dos reis e Senhor dos senhores;

6-16 - aquele que tem, ele só, a imortalidade e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver; ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém!

6-17 - Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos;

6-18 - que façam o bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente e sejam comunicáveis;

6-19 - que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam alcançar a vida eterna.

6-20 - Ó Timóteo, guarda o depósito que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e às oposições da falsamente chamada ciência;

6-21 - a qual professando-a alguns, se desviaram da fé. A graça seja contigo. Amém!